Becoming Legendary

O Nascimento de uma Lenda: O Primeiro Fabricante de Motos Americano

1897 - 1952

Em 1897, o industrial pioneiro George M. Hendee fundou uma fábrica de produção de bicicletas com o nome Hendee Manufacturing Company. Em conjunto com o co-fundador e engenheiro chefe Oscar Herdstrom, o Hendee abriu a primeira fábrica da empresa no centro de Springfield em 1901.

O que veio a seguir foi meio século de crescimento sem precedentes no que à produção de motos e inovação diz respeito, e no acentuar de uma liderança e consolidação da cultura motociclista americana. Em 1923, a empresa alterou o nome de Hendee Manufacturing Company para Indian Motocycle Company – sem o “r” em “motocycle”, quando a palavra foi usada pela primeira vez com o nome Indian. Menos de duas décadas depois, o grupo de motociclistas Jackpine Gypsies, sediados em Sturgis, no Dakota do Sul, organizaram uma corrida intitulada Black Hills Classic, que evoluiu para um dos maiores encontros de motos do mundo.

Nos primeiros anos de existência, a empresa demonstrou uma extraordinária resiliência, à medida que o sucesso na inovação e na competição continuavam, apesar do advento da Grande Depressão e das duas guerras mundiais. Na verdade, não só a marca sobreviveu a esses tempos conturbados, como assumiu extrema importância durante a Primeira Guerra Mundial e na Segunda Guerra Mundial, fornecendo veículos essenciais no apoio no terreno quer às tropas americanas como às francesas.

George Hendee

George Hendee

Antes de fundar a Hendee Manufacturing Company em 1897, George M. Hendee era um talentoso ciclista e fabricante de bicicletas de Watertown, no Massachusetts. Em 1901, Hendee contratou Oscar Hedstrom para passarem a fabricar bicicletas com motor auxiliar a gasolina, para acompanhar as corridas de bicicleta, abrindo a primeira fábrica da empresa no final daquele ano no centro da cidade de Springfield, em Massachusetts. A máquina que a dupla desenvolveu provou ser potente e fiável, dando à empresa grande fama e reputação de prestações extraordinárias.

Mais tarde, em 1915, Hendee renunciou ao cargo de diretor geral, mas continuou na empresa como presidente, até se reformar da Hendee Manufacturing Company em 1916. Durante a sua reforma, dedicou-se à criação de gado e de galinhas na sua quinta em Suffield, no Connecticut.

Carl Oscar Hedstrom

Carl Oscar Hedstrom

Carl Oscar Hedstrom, co-fundador da Hendee Manufacturing Company, trabalhou como engenheiro chefe até à sua reforma em 1913. Vindo da pequena paróquia de Lonneberga, na Suécia, foi Hedstrom quem fez os primeiros esboços da bicicleta motorizada, que viria a ser a base para o rápido crescimento do primeiro fabricante de motos americano.

Além da sua carreira revolucionária enquanto fabricante de motos, Hedstrom também conseguiu um considerável sucesso enquanto piloto de resistência, batendo o recorde de velocidade registado até então, de 90,12 km por hora, na corrida que venceu entre Nova Iorque até Springfield, no Massachusetts em 1903.

E. Paul DuPont

Em 1930, o reputado industrial E. Paul Dupont vendeu a sua quota na Dupont Automobile à Indian Motorcycle, em troca de uma grande percentagem de ações da Indian Motorcycle. E. Paul forçou a saída da equipa de gestão e colocou no seu lugar Loring F. “Joe” Hosley, que assumiu as operações no dia-a-dia e foi responsável por um formidável período de crescimento para a Indian Motorcycle.

Erwin “Cannon Ball” Baker

Erwin “Cannon Ball” Baker

Erwin “Cannon Ball” Baker foi um pioneiro nas corridas de longa distância, e um dos primeiros embaixadores da Indian Motorcycle. Para provar a grande fiabilidade e capacidade de resistência da Indian Motorcycle, Baker viajou de San Diego até à Costa Leste, estabelecendo um novo recorde de 11 dias, 12 horas e 10 minutos, em 1914. Menos de um ano depois, em 1915, Baker estabeleceu um novo recorde numa corrida entre o Canadá e o México via Califórnia, a qual completou em três dias e meio.

RECORDS AND ACCOLADES

RECORDES E OUTROS FEITOS

Os primeiros anos na competição da Hendee Manufacturing Company ficaram marcados pelo grande sucesso nas provas de resistência. Num dos primeiros testes de resistência em 1903, o co-fundador e engenheiro chefe Oscar Hedstrom conduziu uma das suas motos a um novo recorde de velocidade, atingindo os 90 km/h e à vitória na corrida de resistência entre a cidade de Nova Iorque e Springfield, no Massachusetts e regressar. Com base no sucesso alcançado pelo co-fundador, em 1906 os concessionários George Holden e Louis J. Mueller conduziram uma Indian Motorcycle desde São Francisco até Nova Iorque num recorde de 31 dias sem qualquer problema mecânico.

Com o crescimento da competição das motos na América, o foco competitivo da empresa passou para as pistas. Em 1937, o reputado piloto Ed Kretz venceu a primeira corrida Daytona 200 aos comandos de uma Indian Sport Scout.

Esta era inicial de sucesso nas corridas também assistiu à formação da equipa Indian Motorcycle Wrecking Crew no final de 1940, uma equipa que bateu todos os recordes e que era composta por pilotos lendários como Bobby Hill, Bill Tuman e Ernie Beckman. No início de 1950, esta formação dominava as corridas quer nas pistas de terra como na estrada; Bobby Hill venceu a Springfield Mile em 1951 e 1952 e o seu companheiro de equipa Bill Tuman alcançou o seu terceiro título em 1953 com a IM.

WAR-TIME PRODUCTION

PRODUÇÃO EM TEMPO DE GUERRA

O Exército Americano começou a utilizar as motos da Indian Motorcycle em 1913 e com a chegada da Primeira Guerra Mundial, a Indian Motorcycle dedicou grande parte da produção à guerra, a partir do momento em que os Estados Unidos foram para o terreno em 1917. Como resultado desta mudança para conseguir cumprir com as necessidades dos militares, os concessionários começaram a ter escassez de stock e as vendas caíram significativamente. No total, a empresa contribuiu com perto de 50 000 motos entre 1917 e 1919, grande parte delas baseadas na Indian Powerplus.

Duas décadas depois, os Estados Unidos estavam envolvidos noutro cataclísmico conflito global: a Segunda Guerra Mundial. Uma vez mais, a Indian Motorcycle concentrou os esforços em produzir motos exclusivamente para a guerra entre 1940 e 1945, para apoiar a causa dos aliados. A Indian Motorcycle começou por produzir motos para o Governo Francês e produziu o Modelo 841 para o Exército Americano em 1941. Ao longo da Segunda Guerra Mundial, a Indian Motorcycle entregou 24 milhões de dólares em motos e peças ao esforço da guerra, culminando com o envio de mais de 35 000 motos para as tropas Aliadas.

AS MOTOS QUE DERAM ORIGEM AO SUCESSO DA INDIAN MOTORCYCLE

Old sketch of the first-ever V-twin factory race bike

A PRIMEIRA MOTO DE CORRIDA COM MOTOR V-TWIN

1906

Em 1906, nasce a primeira moto de competição de fábrica, equipada com motor V-twin. Uma versão deste motor de competição foi introduzido nos modelos de produção em 1907, tornando o motor de dois cilindros em V a 42º, com 633 cc, no primeiro motor V-twin Americano em produção para motos.

Photo of the first Indian Scout built in 1920

INDIAN SCOUT

1920

Em 1920, a empresa apresenta a primeira Indian Scout. Esta moto rápida, fiável e altamente fácil de manobrar incentivou muita gente para começar a andar de moto.

First Chief Motorcycle

INDIAN CHIEF

1922

Após a introdução no mercado da Indian Scout em 1920, a empresa apresentou a Chief, uma nova plataforma que provou ser uma base sólida para o crescimento da Indian Motorcycle.

Indian Ace motorcycle

INDIAN ACE

1927

A Indian Ace, apresentada depois de Hendee ter adquirido a Ace Motor Corporation, rapidamente se tornou num impulso de vendas, e pioneira na linha de produção.

Eras Históricas

ENCONTRE UN CONCESSIONÁRIO